História da culinária árabe

Sabe-se que o mundo árabe é composto por Estados diferentes, porém eles têm algo em comum: a religião, no caso o Islã que é predominante. Essa religiosidade determina a vida desse povo em diferentes aspectos e influenciou, decisivamente, na culinária. 

Os árabes eram pessoas nômades e percorriam os desertos do norte da África. Seus animais (gado, cabras, ovelhas, camelos) serviam não apenas como meio de transporte humano e de mercadoria, mas também como uma fonte de alimento.

Justamente por isso, a culinária árabe é bastante baseada na carne. Nessa dieta, foram acrescentadas frutas secas como as tâmaras, o maná (pão do deserto), legumes em conserva, além de diversas especiarias.

Os primeiros alimentos que formaram a base alimentar da cultura árabe foram trigo, cevada, tâmaras, carne, arroz e alguns produtos derivados do leite. Com as migrações pelo Oriente Médio os ingredientes ganharam maior diversificação, principalmente com o povoamento das áreas próximas aos rios Tigre e Eufrates, o que facilitou a prática da pesca, agricultura e domesticação de animais.

A maior parte desses ingredientes eram preparados cozidos em água, misturados em gordura e assados na brasa ou vapor, ou conservados em salmoura — com sal e azeite. A variedade e a fartura das refeições enriqueciam o ritual à mesa que até hoje representa um gesto generoso de hospitalidade.

Vale ressaltar que nós da Abdull Culinária Árabe trabalhamos sempre olhando para nossas raízes, sendo assim, oferecemos pratos realmente típicos e tradicionais do universo Árabe. Confira nosso cardápio.